Pocket

por Airton Gontow

A peste está entre nós.

Algumas vezes invisível.

Em outras tantas escancarada.

Está lá.

Está aqui.

A gente sente.

Há meses!

Há milhares de anos!

É o vírus!

Ou melhor:

são dois vírus.

Covid-19!

Covarde 2020!

Vírus que matam.

O primeiro surgiu da natureza.

O segundo, criado pelo homem.

Na cena do policial sobre George Floyd

há um detalhe que choca tanto

quanto ver o joelho que sufoca o pescoço!

É a mão no bolso!

A bestialidade do mal.

A mão no bolso!

Como se fosse natural.

É só um negro!

É só um leão!

Uma girafa!

Um troféu!

Outros policiais participam do assassinato

Ou assistem a tudo silenciosos e cúmplices.

“Eu não consigo respirar”, diz a vítima do Covid-19!

“Eu não consigo respirar”, diz a vítima do Covarde-2020,

Não dá para precisar onde e como os vírus foram criados.

Mas dá para identificar onde o vírus do racismo e da intolerância tem sido cultivado.

São os laboratórios do ódio!

São os discursos dos tiranos.

É o ódio à diversidade.

O ódio à democracia.

O ódio ao Outro.

É a mão no bolso.

É o Bolso.

É o Trump.

É preciso dar um basta!

Eu sou o Outro.

Nós somos o Outro!

Não dá para respirar!

Não dá para respirar!

Não dá para respirar.
—————————————————————

Airton Gontow é jornalista, cronista e diretor do site de relacionamento Coroa Metade (www.coroametade.com.br).

Pocket