Giro de Notícias

“Resistência e Anistia”, um livro fundamental

0Shares

Conhecer a história do País é sempre importante. Mas será lançado hoje, 4 de setembro, às 18h, em live no Canal do “Opera Mundi”, é leitura ainda mais fundamental diante do momento político vivido no Brasil. Resistência e Anistia – A História Contada por seus Protagonistas , do jornalista Paulo Cannabrava Filho, traz muita pesquisa e depoimentos de brasileiros que lutaram pelo fim da ditadura.

Leitura fundamental

Já está disponível um livro que poderia ser “apenas” de história, mas é também de atualidades. Resistência e AnistiaA História Contada por seus Protagonistas (488 páginas, R$ 76,00, editado pela Alameda Casa Editorial), resgata a história das lutas do povo brasileiro contra a ditadura repressiva e regressiva, de 1964 a 1985, contada sob o ponto de vista de seus protagonistas, a favor da democracia brasileira.  O livro traz relatos e ampla pesquisa documental do jornalista Paulo Cannabrava Filho. O obra mostra o que foi o processo de Justiça de Transição – direito à Memória e à Verdade, à Justiça, à Reparação e à Reforma Institucional; a oposição ao regime militar que levou às ruas milhares de pessoas para pedir eleições diretas e “anistia ampla, geral e irrestrita” a todos os brasileiros presos e exilados no período de perseguição política. 

Paulo Cannabrava Filho é um dos mais completos jornalistas do País. Iniciou sua carreira como repórter aos 21 anos, no jornal “O Tempo”, de Minas Gerais, em 1957. Quatro anos depois, integrou a primeira equipe de correspondentes da Agência Informativa Latino-americana de Notícias – Prensa Latina. Trabalhou como repórter político nos jornais “Correio da Manhã”, “Última Hora” e “Folha de S. Paulo”, onde assumiu a editoria de política local à época em que a ditadura se instalou no País.

Paulo Cannabrava Filho: obra elaborada com sua vivência, experiência e extensa pesquisa.

Em sua história, esteve “desde sempre” comprometido com as causas da profissão e militância política. Conheceu de perto e sofreu as perseguições desencadeadas contra todos aqueles que, como ele, escolheram o legítimo direito de resistência à ditadura civil-militar.  Além de sua vivência  e experiência, Cannabrava realizou diversas pesquisas, para dar vida ao livro Resistência e Anistia – A História Contada por seus Protagonistas, que traz vasta documentação para embasar a compreensão sobre as lutas de resistência e construção das políticas de Memória, Verdade e Justiça.

Segundo o autor o livro é oportuno, pois coloca as coisas no seu devido lugar. Mostra quem é bandido e quem é mocinho. “Tudo isso conforma uma história que, aos poucos, está sendo borrada, exatamente por militares que querem um retrocesso; não aos idos de 1964, mas da Idade Média. Querem apagar toda essa luta e colocar como heróis os torturadores e bandidos, não aqueles que lutaram a favor da democracia”, afirma.

O livro traz depoimentos de Antônio Jorge de Oliveira, Eduardo Reina, Idibal Pivetta, João Batista de Paula, Maria Auxiliadora (Dodora) Arantes, Paulo Cannabrava Filho, Regina Maria D’Aquino Fonseca Gadelha, Rita Sipahi e Victor Mendonça Neiva. Pode ser adquirido online, através do link:  http://www.alamedaeditorial.com.br/historia/resistencia-e-anistia-de-paulo-cannabrava-filho

Últimos posts por Redacao (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *