Pocket

Cine Autorama é atração no Memorial da América Latina

O primeiro Cine Autorama de 2020 será no dia 8 de fevereiro, sábado, no Memorial da América Latina. Trata-se de um projeto de cinema ao ar livre, que retoma o modelo do charmoso Drive-in, onde as pessoas assistem aos filmes no conforto dos próprios carros. Um dos grandes diferenciais do projeto é a transmissão do som do filme feita pelo rádio FM. O público pode sintonizá-lo pelo rádio do carro ou pelo celular. Além disso, a exibição acontece a qualquer que seja o clima, já que os espectadores estão dentro dos carros e o telão inflável é resistente às intempéries. A entrada é franca, com distribuição gratuita de pipoca e as pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto (www.cineautorama.com.br). Serão duas programações. Na primeira será mostrado, a partir das 19h15, o filme “Turma da Mônica – Laços”, dirigido por Daniel Rezende. Às 22h15, será exibido o desenho “Pets – A Vida Secreta dos Bichos 2”, dirigido por Chris Renaud. Antes de cada longa é sempre exibido um curta-metragem surpresa.

O som do filme vem pelo rádio do carro

Pelo sexto ano seguido, a Brazucah Produções apresenta o Cine Autorama, nostálgico e ao mesmo tempo inovador projeto de cinema itinerante com exibições de filmes ao ar livre para serem assistidos pelas pessoas dentro dos seus próprios automóveis. A estreia em 2020 acontece no dia 8 de fevereiro em um lugar marcante para a cultura da Cidade: o Memorial da América Latina (portão 2, na rua Tagipuru s/n). A entrada é franca e haverá distribuição gratuita de pipoca.  O evento encerra a programação do Cine Autorama Petz, realizado iniciado em 2019, com a realização de oito eventos (16 sessões), em quatro cidades do interior paulista.

Serão realizadas duas sessões. Às 19h15, será exibido o filme “Turma da Mônica – Laços” (2019, 1h37min, Livre), de Maurício de Sousa, com roteiro de Thiago Dottori e direção de Daniel Rezende, com elenco formado por Giulia Benite (Mônica), Laura Rauseo (Magali), Kevin Vechiatto (Cebolinha) e Gabriel Moreira (Cascão), Rodrigo Santoro (Louco), Monica Iozzi (Dona Luísa, a mãe da Mônica) e Paulo Vilhena (Seu Cebola, o pai de Cebolinha). Às 22h15, será a vez do desenho Pets – A Vida Secreta dos Bichos 2” (2019, 1h26min, Livre),dirigido por Chris Renaud. A abertura de cada sessão ocorre com a exibição de curtas-metragens, às 19h e às 22h respectivamente.

Para participar, as pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto (www.cineautorama.com.br), mas quem não conseguir reservar vagas pelo site ou mesmo decidir de última hora, pode ir até o local e aguardar na fila de espera. No Memorial, podem entrar 150 carros por sessão (os carros devem sair após a primeira sessão). Além disso, há lugares para 40 pessoas ao ar-livre por sessão. Segundo Marco Costa, da Brazucah Produções, coordenador do projeto, os carros para a primeira sessão poderão ingressar a partir das 18h. Haverá no local FoodTruks com comidas e bebidas. Outro diferencial é que as sessões são pet friendly, onde a entrada dos cães é totalmente liberada. Além disso, haverá também um evento de adoção de cães e gatos, a partir das 15h, aberto para pedestres, mesmo para quem não assistirá aos filmes.

O projeto é realizado através do ProAc, com o patrocínio da Petz. Tem apoio do Memorial da América Latina e da Sony Pictures Home Entertainment; é realizado pela Brazucah Produções, Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Governo do Estado de São Paulo. 

Sobre o Cine Autorama

Evento reúne nostalgia e modernidade

Mesmo com um pé fincado na nostalgia, o Cine Autorama tem o outro pé na modernidade. A equipe percorre o Brasil em uma moderna van, equipada com projetor de alta luminosidade, e na exibição dos filmes o áudio é transmitido de forma inovadora: através de uma estação de rádio FM. “Basta ligar o rádio do carro ou mesmo sintonizar através do smartphone”, conta Marco Costa. Além disso, a exibição pode ser realizada em qualquer clima, mesmo com frio e chuva. “Nossa estrutura lembra muitas vezes a de um circo, já que montamos tudo rapidamente, em um único dia. Nas diversas cidades, as pessoas ficam encantadas quando veem surgir o telão, inflável, de 14X10 metros. Nos tempos em que filmes podem ser assistidos em casa em televisores de alta definição ou nos mais diversos lugares através de tablets e celulares, o encanto do cinema drive-in vem sendo resgatado.”, acrescenta Marco Costa.

O Cine Autorama é montado em espaços públicos amplos que comportam, dependendo da área oferecida pela cidade, entre 50 e 200 carros. Não há cobrança de ingressos. Na chegada, após passarem por um pórtico de entrada, o público (formado por casais e famílias inteiras) são recepcionados por promotores que oferecem orientações e a programação. Se o espectador precisa de mais alguma informação ou ajuda, basta ligar o pisca-alerta, que logo um monitor vai até o carro.

A equipe do Cine Autorama está preparada para resolver os mínimos detalhes. Se alguém não possui rádio no carro ou smartphone. Há também 40 assentos ao ar livre, por sessão, para pessoas que não dispõem de veículos. 

Uma breve história do Cine Autorama

O projeto foi iniciado em 2015, em parceria com o Shopping Continental Osasco, na Grande São Paulo.  Foram realizadas 16 sessões ao longo de dois meses, como evento especial de aniversário do shopping. Foram exibidos filmes como “E.T”, “Os Caças Fantasmas” e “Titanic”. 

Em 2016, o Cine Autorama realizou 40 sessões em 20 cidades no interior de São Paulo. Em 2017 e 2018, o projeto expandiu sua atuação e percorreu cidades dos estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí, Maranhão e Pará. No ano passado, o Cine Autorama realizou um circuito com 40 sessões em locais icônicos da cidade de São Paulo, como Praça Charles Miller,  Alesp e Memorial da América Latina. 

Ao total, o projeto já realizou cerca de 200 eventos em 69 cidades, para um público superior a 40 mil pessoas. 

“A ideia é despertar a curiosidade do público, resgatando o cinema drive-in e, claro, o interesse para o próprio Cinema, especialmente no tocante aos filmes nacionais. No final, queremos que as pessoas aproveitem e se divirtam com essa experiência nostálgica”, diz o coordenador do projeto. 

Programação do Cine Autorama

Dia 8 de fevereiro, sábado

Local: Memorial da América Latina,

Endereço: rua Tagipuru s/n – Portão 2

Entrada franca (reservar lugar através do site www.cineautorama.com.br)

Programação

19h – Curtas-metragens

19h15 – Exibição “Turma da Mônica – Laços”

Cena do filme “Turma da Mônica – Laços”

22h – Curtas-metragens

22h15 – Exibição de “A Vida Secreta dos Bichos 2

Sinopse de “Turma da Mônica – Laços”, (2019, 1h37min, Livre), de Maurício de Sousa, com roteiro de Thiago Dottori e direção de Daniel Rezende, com elenco formado por Giulia Benite (Mônica), Laura Rauseo (Magali), Kevin Vechiatto (Cebolinha) e Gabriel Moreira (Cascão), Rodrigo Santoro (Louco), Monica Iozzi (Dona Luísa, a mãe da Mônica) e Paulo Vilhena (Seu Cebola, o pai de Cebolinha). No filme, Floquinho desaparece. Para encontrar seu cachorro de estimação, Cebolinha conta com os amigos Cascão, Mônica e Magali e, claro, um plano infalível. O filme é uma adaptação da HQ também chamada Laços, escrita pelos irmãos Vitor e Lu Cafaggi. Lançada em 2013, a graphic novel conta a história da amizade entre os personagens que se aventuram em busca de Floquinho. Foi premiada no 26º Troféu HQ Mix nas categorias “Edição especial nacional” e “Publicação infanto-juvenil”. O filme foi dirigido por Daniel Rezende, que já foi editor e diretor em filmes de sucesso internacional. Em 2003 foi indicado ao Oscar de “Melhor Edição” por seu trabalho em Cidade de Deus, pelo qual ganhou um BAFTA de “Melhor Edição”.  Rezende também editou RoboCop, A Árvore da Vida e Ensaio Sobre a Cegueira, entre outros longas, antes de dirigir seu primeiro filme, “Bingo: O Rei das Manhãs”, em 2017.

Sinopse de “A Vida Secreta dos Bichos 2” (2019, 1h26min, Livre), dirigido por Chris Renaud – as vidas de Max e Duke mudam muito quando sua dona tem um filho. De início, eles não gostam nem um pouco deste pequeno ser que divide a atenção, mas aos poucos ele os conquista. Não demora muito para que Max se torne superprotetor em relação à criança, o que lhe causa uma coceira constante. Quando toda a família decide passar uns dias em uma fazenda, os cachorros enfrentam uma realidade bem diferente com a qual estão acostumados.

“A Vida Secreta dos Bichos 2”

*O projeto é realizado através do ProAc, com o patrocínio da Petz. Tem apoio do Memorial da América Latina e da Sony Pictures Home Entertainment, e é realizado pela Brazucah Produções, Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Governo do Estado de São Paulo.

. *As pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto (www.cineautorama.com.br). Mas quem não conseguir reservar vagas pelo site ou mesmo decidir de última hora ir assistir à sessão, pode ir até o local e aguardar na fila de espera. No Memorial da América Latina poderão entrar 150 carros e 40 pedestres por sessão.

Sobre a Brazucah

           A Brazucah é uma produtora cultural e agência de comunicação que tem como objetivo a formação de público para o cinema brasileiro.

   Desde 2002 no mercado de cinema, a Brazucah já realizou, em seus diferentes projetos, ações de divulgação para mais de 100 filmes dos mais diferentes perfis, como “Gonzaga – de pai pra Filho”, de Breno Silveira; “Raul – o início, o fim e o meio”, de Walter Carvalho;  “Xingu”, de Cao Hamburguer; e  “Uma Noite em 67”, de Ricardo Calil;

        Como produtora cultural, a Brazucah desenvolve projetos culturais com foco em cinema brasileiro e sua democratização em parceria com organizações, empresas e marcas.  Além do Cine Autorama, se destacam projetos como o Cinesolar e o CineB.

Sobre a Petz

Criada pelo empresário paulista Sergio Zimerman em 2002, a Petz é hoje a maior rede de pet shop em número de lojas no País, com mais de 105 lojas.

            Sob o conceito de megaloja, cada unidade da Petz dispõe de mais de 20 mil itens nacionais e importados para o bem-estar dos bichinhos, entre alimentos, acessórios e brinquedos; além de farmácia veterinária completa, onde o cliente pode encontrar o que for necessário para os tratamentos indicados pelos médicos veterinários especialistas da Petz.

Desde o início deste ano, a maioria das lojas disponibiliza também de espaços permanentes para adoção de cães e gatos. A rede conta ainda com o espaço Petz Garden com variedade de flores, plantas e material para jardinagem e piscina.

No final de 2018, a rede intensificou sua atuação em saúde com o lançamento do Centro Veterinário Seres, que alia conhecimento científico a equipamentos de última geração.

O novo conceito de hospital veterinário com a marca Seres foi inspirado em redes internacionais e planejado a partir da ótica do tutor e do pet, oferecendo atendimento de alta complexidade em uma estrutura de ponta que conta com centro cirúrgico, UTIs, salas de ultrassonografia, ecocardiograma, eletrocardiograma e raio X digitalizado, alas separadas para internação de cães, gatos e infectocontagiosos, além  de ala de reabilitação, farmácia de manipulação de quimioterápicos e sala para quimioterapia.

Pocket