Giro de Notícias

Yes, feijoada pode ser saudável! Desde que com moderação e muita couve…

0Shares

 

A famosa feijoada do restaurante Consulado Mineiro

Especialista do programa  “Meu Prato Saudável dá a receita” para que a população continue saboreando o prato típico brasileiro sem descuidar da saúde. 

 

Grande notícia, especialmente para publicar neste sábado, dia 30 de março. O programa “Meu Prato Saudável”, do Instituto do Coração (InCor) e do Hospital das Clínicas da FMUSP com a LatinMed Editora em Saúde, criou uma “receita” diferente, mas ao mesmo tempo saborosa e saudável, para um dos pratos preferidos da população: a feijoada!

Com algumas adaptações, é possível continuar saboreando a tradicional feijoada e não engordar nem prejudicar a saúde.

“O prato pode ter ingredientes como linguiça e lombo, mas em quantidades reduzidas e com mais espaço para legumes e verduras, como salada de couve e tomate, que devem ocupar metade do prato”, diz a médica Elisabete Almeida, diretora-executiva do Programa Meu Prato Saudável. A doutora acrescenta: “a couve contém vitamina C e antioxidantes, que ajudam o sistema de defesa do organismo e tem muita fibra”.

A outra metade do prato deve ser dividida em duas:  um quarto do prato deve ser preenchido com arroz, de preferência o integral, que, além de carboidrato, é rico em fibras e nutrientes. E o outro quarto do prato, deve ser dividido entre o feijão preto, rico em proteína vegetal, e lombo de porco cozido ou assado e linguiça, proteínas animais. Recomenda-se ferver a linguiça, para reduzir o teor de gordura, e não colocar sal no tempero da feijoada (fotos de ilustradação da famosa feijoada do restaurante Consulado Mineiro, em São Paulo).

 

 

Últimos posts por Redacao (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *